Jerusalém

"Jerusalém... é a cidade do grande Rei" (Mateus 5:35) - foi Jesus quem o disse! Quando ele veio a ela "...pobre, e montado sobre um jumento..." (Zacarias 9:9), e foi rejeitado pelos seus príncipes e sacerdotes, ele disse: "Eis que a vossa casa vai ficar-vos deserta; Porque eu vos digo que, desde agora, me não vereis mais, até que digais: Bendito o que vem em nome do Senhor" (Mateus 23:38-39). Passado pouco tempo ele amplificou esta declaração dizendo: "...e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem...E então verão vir o Filho do homem, numa nuvem, com poder e grande glória" (Lucas 21:24-27). Homem nenhum que tenha respeito pelo Senhor Jesus Cristo pode falar desdenhosamente de Jerusalém. Mais mais que isso, nenhum cuidadoso leitor das suas palavras pensaria sómente do passado histórico desta cidade; Jesus fala também do seu futuro,o qual o liga a si próprio. Ele "ainda não acabou com Jerusalém, e ninguém que o ame o pode negar. Em tudo isto Jesus baseou o seu ensino em como: "Havendo Deus antigamente falado muitas vezes e de muitas maneiras aos pais, pelos profetas..." (Hebreus 1:1); sendo o tema: "Orai pela paz de Jerusalém: prosperarão aqueles que te amam" (Salmos 122:6). Vamos então ver algumas das preciosas declarações ditas a este respeito: