A VOLTA DO SENHOR JESUS À TERRA

LEITURAS SEMANAIS - Génesis, capítulo 7 a 9; Lucas, capftulos 7 a 10.

LEITURAS PARA ESTE ESTUDO - Atos, capítulo l; II Tessalonicenses, capítulo 1.

DOIS MIL ANOS ATRÁS

Jesus havia sido crucificado. Os Seus seguidores estavam confusos e desapontados. Todas as suas esperanças haviam sido colocadas nEle - agora Ele estava morto no túmulo. Mas no terceiro dia Ele ressuscitou. Certamente eles devem ter-se' lembrado das palavras que Ele havia falado a eles, antes da Sua morte: "Chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará... mas a vossa tristeza se converterá em alegria" (João, capítulo 16, versículo 20). Que alegria deve ter sido, ver outra vez o seu querido Mestre e Senhor. João, nos diz: "Alegraram-se, portanto, os discípulos, ao verem o Senhor" (João, capítulo 20, versículo 20). Como eles ficaram alegres, mal podemos imaginar.

QUANDO JESUS FOI PARA O CÉU

Agora, leia os oito primeiros versículos de Atos capítulo l, mais uma vez. Descreva para si mesmo como os discípulos devem ter ficado durante aqueles 40 dias, quando Jesus estava de novo no meio deles, como seu Mestre. Imagine-os, no fim daqueles 40 dias, de pé no alto de uma das verdes colinas da Betânia, com Jesus no meio deles. De repente, Ele foi tomado do meio deles, subindo em direção ao céu. Como eles devem ter fitado os olhos nEle, à medida que Ele ia deixando a terra, até ser escondido dos seus olhos, por uma nuvem. Ele havia sido, mais uma vez, tirado do meio deles. Mas desta vez, eles não estavam nem confusos nem desapontados; de forma alguma! Lucas nos diz que "Ia-se retirando deles, sendo elevado para o céu. Então eles, adorando-o, voltaram para Jerusalém, tomados de grande júbilo" (Lucas, capítulo 24, versículos 51-52).

O SEGREDO DA SUA ALEGRIA

Por que, depois desta segunda separação, eles estavam tão alegres? Parcialmente, porque Jesus lhes havia feito uma promessa. Ele havia dito: "Eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século" (Mateus, capítulo 28, versículo 20). Portanto, eles sabiam que, fosse o que acontecesse, Ele haveria de estar vigiando-os do Céu! Mas isso não era tudo! Enquanto eles O observavam indo para o céu, dois anjos lhes sobrevieram, com uma mensagem. Eles disseram: "Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu, assim virá do modo como o vistes subir" (Atos, capítulo l, versículo 11). Este pequeno versículo é tão importante, que é digno de ser deco- rado. Quando os discípulos voltaram para Jerusalém, em obediência aos mandamentos do seu Senhor, obtiveram a certeza de que o próprio Jesus voltaria para esta terra. E isto os tornou muito felizes,

AS PALAVRAS DE JESUS

Isto aconteceu há quase 2.000 anos, e Jesus não voltou ainda. Mas Ele voltará. Ele próprio disse isto. Em Lucas, capítulo 21, versículo 27, Ele fala acerca de Sua vinda em uma nuvem, com poder e grande glória (Você notou que Ele subiu em uma nuvem? e que os anjos disseram que Ele voltaria "do modo como o vistes subir"?). Muitas das parábolas também falam da Sua segunda vinda. Tome, por exemplo, a parábola que se encontra em Mateus, capítulo 25, versículos 1-13. Ela fala de um noivo, e embora o quadro seja o de um casamento oriental, não temos dificuldade em compreendê-lo. O noivo, sem dúvida, é Cristo, e a estória nos adverte de que quando Ele vier, haverá alguns que não estarão preparados para Ele. Note o versículo 13. Jesus não diz: "Não sabeis se o vosso Senhor virá ou não". A Sua vinda é certa. Mas Ele diz: "Não sabeis o dia nem a hora." Na Sua última mensagem, no livro do Apocalipse, Jesus disse: "Eis que venho sem demora" (Apocalipse, capítulo 22, versículo 7).

O TESTEMUNHO DE PEDRO

Não muitos dias depois que Jesus havia ido para o céu, encontramos Pedro no templo, em Jerusalém, falando ousadamente aos judeus que haviam sido responsáveis pela crucificação de Jesus. Veja o que ele disse, em Atos, capítulo 3, versículos 19-20: "Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados, a fim de que da presença do Senhor venham tempos de refrigério, e que envie ele o Cristo, que já vos foi designado, Jesus." Pedro também falou da segunda vinda de Cristo em uma carta que escreveu mais tarde para os cristãos. Em II Pedro capítulo 3, versículo 4, ele falou daqueles que haveriam de dizer, zombeteiramente: "Onde está a promessa da Sua vinda? porque desde que os pais dormiram, todas as cousas permanecem como desde o princípio da criação." Talvez você tenha ouvido alguém usar palavras muito semelhantes a estas: "Oh, estão dizendo que Jesus voltará, já faz tanto tempo, mas Ele não voltou ainda", e algumas vezes acrescentam: "E nunca voltará". Mas Deus prometeu enviá-10, e nós sabemos que Ele cumprirá a promessa que fez. Pedro continua dizendo; nos versículos 9 e 10: "Não retarda o Senhor a sua promessa, como alguns a julgam demorada; pelo contrário, ele é longânimo para convosco, não querendo que nenhum pereça, senão que todos cheguem ao arrependimento. Virá, entretanto, como ladrão, o dia do Sen- hor . . ."

O TESTEMUNHO DE PAULO

O próprio Jesus apareceu ao apóstolo Paulo, e mandou-o pregar aos outros. Paulo declara que o evangelho que ele pregava lhe fora dado por Jesus Cristo. E Paulo ensinou acerca da segunda vinda do Senhor. Em Atos, capítulo 17, versículo 31, encontramo-lo dizendo: "Porquanto (Deus) estabeleceu um dia em que há de julgar o mundo com justiça por meio de um varão que destinou . . ." Paulo escreveu duas cartas à igreja em Tessalônica. Você encon- trará essas cartas na sua Bíblia - elas consistem de oito capítulos curtos, e - aqui está a cousa surpreendente - em todos os capítulos Paulo menciona a vinda de Jesus. Em I Tessalonicenses, capítulo 4, versículo 16, o apóstolo fala da ressurreição dos mortos por ocasião da vinda de Jesus: "Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro." Em II Tessalonicenses, capítulo l, versículos 7-8, Paulo fala como vai "se manifestar o Senhor Jesus com os anjos do seu poder, em chama de fogo, tomando vingança contra os que não conhecem a Deus e contra os que não obedecem ao evangelho de nosso Senhor Jesus." Aqui ele fala de Jesus Cristo vindo para castigar a alguns - mas se lermos mais adiante, encontraremos que ele também fala de alguns a quem a Sua vinda propiciará alegria, pois Ele virá "para ser admirado em todos os que creram". Se formos sábios, como as virgens sábias da parábola, estudaremos a Sua. Palavra, e nos prepararemos agora para a Sua vinda. Quando Jesus disse: "Certamente venho sem demora" (Apocalipse, capítulo 22, versículo 20) para o apóstolo João, este respondeu: "Amém. Vem, Senhor Jesus." Seremos nós como o apóstolo, e faremos esta a oração dos nossos corações?

SUMÁRIO

1. Jesus Cristo voltará à terra.

2. Podemos estar bem certos a este respeito, porque Ele próprio disse isto.

3. Também os anjos o disseram, Pedro o disse, Paulo o disse, e João o disse.

4. Se formos sábios, preparar-nos-emos agora para a Sua vinda.

, e João o disse.

4. Se formos sábios, preparar-nos-emos agora para a Sua vinda.